Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

A importância da parceria entre o curso de Arquivologia e o Arquivo Central da UFAM

Criado: Quinta, 20 de Dezembro de 2018, 17h53 | Publicado: Quinta, 20 de Dezembro de 2018, 17h53 | Última atualização em Quarta, 23 de Janeiro de 2019, 18h19

O Arquivo Central tem apresentado excelentes experiências como local da prática para nossos alunos

O Curso de Arquivologia da Universidade Federal do Amazonas tem sua trajetória recente. Aprovado no ano de 2007, sendo o primeiro curso de nível superior na região norte e o décimo quinto do Brasil, foi criado através da Resolução n° 079/2007, tendo iniciado a primeira turma no ano de 2009, atualmente tem 78 egressos. No momento, encontra-se em fase de consolidação, tanto por parte do seu quadro docente, quanto pela atualização da sua grade curricular.

No que tange à formação, percebe-se um desenvolvimento nos últimos anos, particularmente no quesito estágio: houve ampliação de campos, tanto no estágio remunerado, quanto no estágio obrigatório. Essa ampliação pode ser entendida de forma qualitativa e quantitativa, vale ressaltar que grande parte dos campos de estágio passaram a contar com arquivistas formados supervisionando as atividades dos arquivos, diferente da realidade dos primeiros anos das disciplinas de estágio.

Observa-se, nesse contexto, a parceria do curso de Arquivologia com o Arquivo Central da UFAM. Este já recebeu inúmeras visitas técnicas de estagiários e pesquisadores, parceria essa que também se confirma em projetos de extensão, bem como em Trabalhos de Conclusão de Curso, os quais se destacam os trabalhos "Descrição do Acervo Documental da Reitoria da Universidade Federal do Amazonas – UFAM ", da discente Karina Pâmella Gonçalves, e o trabalho "Arquivo Central da UFAM: parâmetros de preservação e diretrizes do CONARQ", do então discente Carlos Brito da Costa Silva.

Segundo Rodolfo Azevedo, docente do curso de Arquivologia, “O Arquivo Central é um campo propicio para que os estudantes possam contrastar o ensino teórico apreendido em sala de aula com realidade prática dos arquivos”. Azevedo ainda destaca as diversas ações que são executadas pelo Arquivo Central, como: produção, diagnóstico arquivístico, classificação e seleção de documentos, o que proporciona conhecimentos variados aos discentes.

Nesse sentido, a coordenadora de estágio do curso, Professora Eliane Gonçalves, salienta que "como campo de estágio, o Arquivo Central, bem como em outros espaços da UFAM, tem apresentado excelentes experiências como local de prática para nossos alunos".

Leandro Aguiar, coordenador do curso de Arquivologia ressalta que a "parceria entre o Curso de Arquivologia e o Arquivo Central possibilita aos estudantes obter a percepção necessária para a prática da profissão, lembrando que uma das funções da UFAM é prepará-los para o mercado de trabalho. Assim, a formação dos alunos não deve apenas prever conteúdos teóricos dentro de sala de aula, mas também o desenvolvimento de atividades e tomadas de decisões".

 

Fim do conteúdo da página